Projetos

 

BRT

 

BRT

Foto: Mirian Fitchner

Os BRT (Bus Rapid Transit) são corredores exclusivos com pistas dedicadas a ônibus de alta capacidade, com pontos de ônibus modernos, propiciando embarque e desembarque em nível e mais rápidos e com pagamento antecipado. Os projetos de BRT são um sucesso no mundo todo.

 

Leia mais em www.brtrio.com

 

 

 

 

 

 

 

1. TransOeste

Inaugurado em junho de 2012, foi o primeiro BRT a ser implementado no Rio de Janeiro. Esse corredor liga a Barra da Tijuca a Santa Cruz e Campo Grande, passando pelo Recreio dos Bandeirantes e Guaratiba.

  • 51 km;
  • 57 estações;
  • 150 mil passageiros/dia;
  • 119 ônibus articulados e 25 padron;
  • 11 linhas alimentadoras;
  • Redução do tempo de viagem em 65% (120 min para 43 min);
  • Integração com o BRT Transcarioca, com o trem e com a linha 4 do metrô em 2016.

 

2. TransCarioca

BRT que integra o Aeroporto Internacional do Galeão, passando pela Penha, Madureira e Jacarepaguá, indo até a Barra da Tijuca, inaugurado em junho de 2014.

  • 39 km;
  • 45 estações e 2 terminais;
  • Previsão de 340 mil passageiros/dia;
  • 157 ônibus articulados;
  • Redução do tempo de viagem em 67% (150 min para 50 min);
  • Integração com o BRT Transoeste e com a Transolímpica, com o trem e com o metrô.

 

3. TransOlímpica

É a via de BRT que irá integrar o Recreio a Deodoro, passando por Jacarepaguá e a Barra da Tijuca. As obras já foram iniciadas e com previsão de término em dezembro de 2015.

  • 25 km;
  • 12 estações;
  • Previsão de 87 mil passageiros/dia;
  • 60 ônibus articulados;
  • Redução do tempo de viagem em 63% (110 min para 40 min);
  • Integração com o BRT Transoeste, Transcarioca e Transbrasil e com o trem.

 

4. TransBrasil

BRT ligando o Centro do Rio de Janeiro a Deodoro, passando por Manguinhos , Missões e Margaridas. Está em fase de projeto.

  • 32 km;
  • 34 estações;
  • Previsão de 500 mil passageiros/dia;
  • 400 ônibus articulados;
  • Redução do tempo de viagem em 40%;
  • Integração com o BRT Transoeste, Transcarioca e Transolímpica e com o trem.

 

 

BRS

BRS

Foto: Jorge dos Santos

Significa Bus Rapid Service (ou Serviço Rápido de Ônibus) – um corredor expresso com faixa preferencial para o tráfego de ônibus, escalonamento de pontos de parada e sistemas de informação padronizados. O sistema começou a ser implantado em 2011 em Copacabana e hoje já totalizam 11 corredores.

 

Leia mais em: www.brsrio.com.br

 

 

 

 

 

 

 

Projeto Porto Maravilha

O Porto Maravilha mudará o conceito de mobilidade urbana na Região Portuária do Rio de Janeiro, sobretudo com a criação de novas vias, mudanças no sistema de ônibus e inserção do sistema de VLT. Com a diversidade e extensão das obras, há necessidade de desvios de itinerários das linhas de ônibus, mudanças e criação de pontos de parada.

 

Leia mais em: www.portomaravilha.com.br

 

 

 

BU – Bilhete Único Intermunicipal da Região metropolitana do Rio de Janeiro

O BU pode ser utilizado para integrações entre ônibus, barcas, trens, metrô e vans (regularizadas). O prazo máximo de utilização do BU é de 3 horas até o limite de 2 viagens e de uso máximo de 2 vezes ao dia.

 

 

 

BUC – Bilhete Único Carioca

É um benefício tarifário que permite a integração entre 2 ônibus urbanos do município do Rio de Janeiro em até 2,5 horas.