Notícias

08/04/2015

Banco de dados sobre BRT no mundo é tema de workshop

O BRT Rio promoveu, nos dias 6 e 7 de abril, o workshop BRTData, que apresentou para jornalistas, professores de engenharia de transportes e pesquisadores a plataforma BRTData (www.brtdata.org) e as funcionalidades deste novo sistema. O site é um banco de dados público que integra informações, e possibilita qualificar e estabelecer comparação entre diversos sistemas de corredores prioritários ao redor do mundo, dentre BRTs, BHLS (ônibus de alto padrão) e faixas exclusivas.

 

O treinamento foi ministrado por Juan Carlos Muñoz, diretor do Centro de Excelência em BRT (CoE) da PUC do Chile, e por Luis Antonio Lindau, diretor-presidente da ONG Embarq Brasil, atualmente responsável pelo gerenciamento e atualização da plataforma.

 

Foto: Arthur Moura

Foto: Arthur Moura

 

“Consideramos os sistemas BRT como um elemento chave no desenvolvimento de um futuro sustentável do transporte público urbano”, explicou Muñoz em sua apresentação, que focou nos benefícios e desafios que os sistemas de vias exclusivas para transporte de passageiros por ônibus têm enfrentado pelo mundo. “O BRT no Rio vai melhorar muito em qualidade quando todos os corredores estiverem operando e beneficiará muitos os usuários. É importante que se foque na interoperabilidade (integração de diferentes rotas em vias distintas) e nas estações, além das qualidades e características que são prometidas, que são rapidez, conforto, confiabilidade e regularidade”, afirmou.

 

Na segunda parte do workshop, o diretor-presidente da Embarq Brasil apresentou a plataforma BRTData e suas diversas funcionalidades, que podem ser acessadas em português, inglês e espanhol. Segundo Lindau, o site será atualizado mensalmente, com informações recebidas por entidades parceiras, pesquisadores e operadores dos sistemas. “O Brasil tem 33 cidades com corredor ou faixa exclusiva para ônibus, totalizando 11, 5 milhões de passageiros. O país ocupa uma posição bastante importante no cenário mundial quando o assunto é o transporte por ônibus com faixa exclusiva”, declarou.

 

Os encontros foram realizados no Centro de Operações do terminal Alvorada, no Rio de Janeiro, e organizados pela Embarq Brasil e Centro de Excelência em BRT (CoE), em parceria com a Fetranspor e o Consórcio BRT.