Notícias

13/10/2016

Ciclo de Palestras da UCT fala sobre confiança organizacional e retenção de talentos

No dia 11 de outubro, a UCT – Universidade Corporativa do Transporte – realizou, no auditório da Fetranspor, a palestra “Influência da confiança organizacional para a retenção de talentos” para jovens empresários e colaboradores de empresas, sindicatos e da Federação. Na ocasião, Daniel Amaral, mestre em administração pela PUC, apresentou sua pesquisa de mestrado sobre rotatividade e absenteísmo em empresas de ônibus. O trabalho, que foi orientado por Patrícia Tome, especialista em confiança organizacional, serve como ponto de partida para uma análise da cultura organizacional do setor.

 

Foto: Fernanda Cardozo

Foto: Fernanda Cardozo

 

Em sua apresentação, Daniel relembrou os números de absenteísmo e rotatividade do setor. A quantidade de colaboradores que faltam chega a 35%, o equivalente a 214 dias por ano, segundo dados da Operação São Cristóvão, realizada pelo Ministério do Trabalho. Já com relação a rotatividade, o setor de serviços é o quarto no ranking, chegando a 64% em 2012.

 

“A minha dissertação teve como objetivo mostrar que quanto mais o motorista confia na empresa, menor é a sua tendência a pedir demissão ou faltar”, ressaltou Daniel. Para isso, mais de 500 motoristas de duas empresas da Zona Oeste, com perfis diferentes, responderam a um questionário. A análise dos resultados mostrou que a empresa que possui maior confiança organizacional tem níveis menores de absenteísmo e rotatividade, o que reforça a necessidade da valorização do colaborador no processo de retenção de talentos.