Notícias

13/11/2018

Empresas de ônibus de Petrópolis aderem ao Novembro Azul

As empresas de transporte público de Petrópolis aderiram ao Movimento Novembro Azul, de conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Os cerca de 400 ônibus que circulam na cidade receberam adesivos do laço azul, que representa a campanha, no para-brisa. A Turb Petrópolis ainda iluminou com a cor azul a garagem que fica na rodovia BR-040 como forma de chamar a atenção para o tema. Além disso, as empresas estão promovendo bate-papos sobre prevenção e tratamento da doença durante todo o mês.

 

Foto: Divulgação / Turb / Setranspetro

Foto: Divulgação / Turb / Setranspetro

 

Segundo dados do Centro de Terapia Oncológica (CTO), em 2017, foram registrados 85 casos da doença em Petrópolis. Este ano já foram 74. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é que cerca de 186 novos casos da doença sejam diagnosticados por dia no País este ano. No ano passado, foram registrados 68 mil novos casos e 13.772 homens morreram com câncer de próstata no Brasil. De acordo com o oncologista do CTO, Julio Vieira de Melo, o diagnóstico precoce é importante porque está relacionado diretamente com as chances de cura. “Quando a doença é detectada em fase inicial, a taxa de cura é maior do que 80%, seja com cirurgia ou radioterapia”, afirmou.

 

Mesmo com as constantes campanhas de prevenção e alerta para a realização dos exames que podem detectar o câncer de próstata em estágio inicial, muitos homens com idade a partir de 45 anos ainda relutam em seguir as recomendações do rastreamento. O câncer de próstata é o tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele. Falta de informação, preconceito e vergonha são algumas das razões que levam o público masculino a deixar de lado procedimentos simples, rápidos, indolores e fundamentais para identificar a doença em estágio inicial.