Notícias

27/06/2016

Fetranspor apoia ações de proteção dos direitos das crianças e dos adolescentes na Olimpíada

Durante os Jogos Olímpicos, a proteção dos direitos das crianças e adolescentes receberá reforços. As organizações que atuam nessa área se uniram em um projeto da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e cofinancimento da União Europeia, focado na prevenção de violações consideradas as mais recorrentes em eventos de grande porte. A Fetranspor está apoiando a ação.

 

O projeto “Rio 2016: Olimpíadas dos Direitos da Criança e do Adolescente” dá continuidade à iniciativa voltada para a Copa do Mundo FIFA 2014 que, à época, tinha como meta o enfrentamento à exploração sexual infantil. Na Olimpíada, as ações serão direcionadas não só para a prevenção desse tipo de violação, como do trabalho infantil, do uso de álcool e outras drogas, a crianças e adolescentes perdidos ou desaparecidos e em situação de rua.

 

Jovens voluntários atuarão na sensibilização direta da população em locais de grande circulação, como as Live Sites, espaços em áreas públicas onde serão promovidas a festa do esporte por meio da exibição de filmes, eventos e atividades para todas as idades, localizadas no Boulevard Olímpico, no Parque Madureira e em Campo Grande, além da Orla de Copacabana. Também foi desenvolvida a campanha de comunicação “Respeitar, Proteger, Garantir – Todos Juntos Pelos Direitos da Criança e do Adolescente”, além do fortalecimento e ampliação da atuação da rede de secretários e gestores municipais envolvidos com a proteção da infância e adolescência, coordenada pela FNP.

 

Outras opções em caso de violações são: ligar no Disque 100 ou baixar o Proteja Brasil, aplicativo que permite saber onde ficam os órgãos de proteção mais próximos nas principais capitais.