Notícias

07/04/2022

Fetranspor divulga nota de repúdio a ataques a ônibus

A Fetranspor repudia os ataques criminosos a três ônibus, incendiados entre a noite de terça e o final da manhã desta quarta-feira, nas imediações da estrada do Quitungo, em Cordovil, no Rio de Janeiro.

Com estes casos, sobe para 235 o número de ônibus incendiados no Estado do Rio desde 2016, sendo sete em 2022. A população é a mais prejudicada com a redução da oferta de transporte público.

Para repor os equipamentos incendiados, o custo é superior a R$ 100 milhões, que poderiam ser investidos na melhoria do atendimento aos passageiros. É importante lembrar que a inexistência de seguro para esse tipo de sinistro, somada à grave crise econômica que atinge o setor, leva à perda da capacidade de investimento das empresas na renovação da frota, tornando completamente inviável a reposição destes ônibus.

Os veículos incendiados eram das linhas 775 (Vigário Geral-Madureira), da Caprichosa Auto Ônibus; 560L (Caxias-Méier), da Vera Cruz Transportes, e 485 (Caxias x Pilares), da Transportes Fabio’s. O motorista da linha 560L foi agredido pelos criminosos ao ser retirado do ônibus. Ele passa bem.