Notícias

10/11/2014

Fetranspor é premiada em quatro categorias na Bienal ANTP de Marketing

Realizada durante o 16º Etransport, a edição 2014 da Bienal ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos) de Marketing premiou, no dia 6 de novembro, as melhores ações de comunicação e de promoção do transporte público e do trânsito.

 

O evento, promovido pela ANTP e organizado pela sua Comissão de Marketing, contou com seis categorias: Promoção, Relacionamento, Produto, Endomarketing, Fortalecimento Institucional e Responsabilidade Socioambiental. Veja abaixo as premiações conquistadas pela Fetranspor:

 

A Central de Relacionamento com o Cliente (CRC) da Fetranspor venceu na categoria Relacionamento, com o case “CRC: Novas Plataformas”. De acordo com a gerente da área Digital e responsável pela CRC, Aline Freire, a introdução de mensagens de texto (SMS), como meio de comunicação do cliente com as empresas de ônibus do Estado do Rio, ajudou na conquista deste prêmio.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

A publicação “Indo & Vindo – A Revista do Rodoviário” foi agraciada com o prêmio da categoria Endomarketing. A revista é o canal mais importante na comunicação da Fetranspor com os profissionais rodoviários de todo o Estado. Em sua apresentação, a editora das publicações da Fetranspor, Tânia Mara Gouveia, ressaltou que a publicação é a realização de um antigo sonho da Federação de atingir todos os profissionais do sistema, levando a eles informação e cultura geral, mas, sobretudo, investindo na valorização dos rodoviários no nível profissional e pessoal.

 

O Projeto Diálogo Jovem sobre Mobilidade, iniciativa da área de Responsabilidade Social da Fetranspor, venceu na categoria Fortalecimento Institucional. O case do DJ destaca a missão do projeto, que é capacitar e colocar os jovens como protagonistas na construção de novos diálogos e olhares, e assim contribuírem para a evolução da mobilidade no Estado.

 

O Programa Mobilidade Sonora foi o vencedor na categoria Responsabilidade Socioambiental. O projeto sociocultural tem por objetivo mobilizar plateias, contribuir para a formação de jovens profissionais e preservar a memória da música brasileira e internacional, através de incentivos que possibilitem o surgimento de novos talentos. Está em sua quarta edição e já levou 600 mil pessoas para suas apresentações.