Notícias

27/05/2021

Fetranspor marca presença em evento da UITP

A Fetranspor, através da diretoria de Mobilidade Urbana, marcou presença no evento “Transporte Público Panorama Geral no Mundo”, realizado pela União Internacional de Transportes Públicos (UITP). O encontro on-line teve como objetivo apresentar dados e reflexões do contexto mundial quanto ao transporte e à realidade da América Latina.

Eunice Horácio, gerente de Mobilidade Urbana da Fetranspor, foi a palestrante em “La Situación del Transporte Urbano por Buses en Brasil y Río”. A gerente abordou a crise do setor de transporte público por ônibus no estado do Rio de Janeiro, que já era uma realidade em virtude da crise econômica e política e que foi agravada devido à crise da pandemia da Covid-19. Foram apresentados os impactos que a pandemia trouxe para o transporte público por ônibus, como a queda da demanda e prejuízos financeiros das empresas, no cenário nacional e estadual.

Outro tema abordado foi o custeio do sistema de transporte público no Brasil ser quase que exclusivamente dependente das tarifas, com exceção de algumas cidades que recebem subsídios do governo, como Recife, Brasília, Vitória e São Paulo. Isso impacta diretamente o setor, pois as operações apresentam altos custos, predominantemente os fixos, e não há apoio do poder concedente em assumir parte da tarifa. Ou seja, para melhorar a qualidade do serviço, oferta, infraestrutura, dentre outros, é necessário um aumento dos gastos operacionais, o que, consequentemente, impactaria sobre o cálculo da tarifa, por isso, a importância de se buscar outras fontes para o seu custeio.

Eunice destacou que as projeções de demanda demonstram que o número de passageiros não retornará ao patamar anterior à crise nos próximos anos. A gerente encerrou sua participação reforçando que, para não haver colapso no sistema e para que seja possível pensar em uma nova configuração de transporte, serão necessários apoio governamental, criação de novas fontes de receitas, uma infraestrutura de transporte de alta qualidade e tecnologia e novos modelos de contratos, que ofereçam maior segurança jurídica.

O evento contou com outras palestras, que abordaram as medidas de negociação na cidade de Medellín, Colômbia, envolvendo a suspensão de pagamentos de dívidas para amenizar suas finanças e o destaque dado à recuperação da confiança dos usuários, pois esse foi considerado o melhor caminho para a recuperação da demanda. Outro tema enfocado foi o uso de transportes não motorizados, carros particulares e aplicativos, como Uber e Cabify, na cidade do México e como isso retira a demanda e fragiliza as finanças do setor, uma vez que a tarifa também subsidia o sistema e não há nenhum subsídio adicional.