Notícias

17/05/2022

Fetranspor apoia Movimento Maio Amarelo

A Fetranspor, entidade que representa 184 empresas de ônibus filiadas em dez sindicatos, está apoiando novamente as ações de mobilização em torno do movimento Maio Amarelo, que incentiva a conscientização da sociedade sobre a importância da sua participação em prol da maior segurança no trânsito em todo o Brasil. Neste ano, o slogan da campanha, promovida pelo Observatório Nacional da Segurança Viária (ONSV) em parceria com a Confederação Nacional de Transportes (CNT), é “Juntos Salvamos Vidas”.

Em seus canais próprios de comunicação, a Federação vai compartilhar com a população e com os profissionais do setor de ônibus as mensagens da campanha, como a importância do uso do cinto de segurança, de optar pela segurança do transporte regular e do respeito às normas de trânsito para a redução no número de vítimas. As informações, que reforçam o compromisso das empresas pela maior segurança viária, poderão ser acompanhadas pelos mais de 50 mil colaboradores do setor de ônibus no Estado do Rio.

 

Números preocupantes

Relatório feito pelo Observatório Nacional de Segurança Viária reforça a importância do Maio Amarelo. Os dados revelam o aumento do número de mortes no trânsito, em 2020, em 17 estados brasileiros. Segundo o DataSUS (Ministério da Saúde), em 2020, 32.716 pessoas perderam a vida em ocorrências de trânsito contra 31.945 óbitos em 2019.

Outro dado preocupante e que reforça a necessidade de conscientização dos motoristas é em relação aos acidentes em rodovias. Segundo dados compilados pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), o índice de acidentes nas rodovias federais brasileiras aumentou 1,6% em 2021, em relação a 2020. Foram mais de 64 mil ocorrências. A mesma situação ocorreu com as mortes, que cresceram 2,0%, chegando a 5.300 vidas perdidas, no ano passado. Diversos são os fatores que causam esse tipo de ocorrência: falhas humanas, problemas veiculares, deficiências viárias.

Uma das apoiadoras do movimento, a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) está chamando a atenção também para os riscos aos passageiros ao utilizar o transporte clandestino em viagens interestaduais de longa distância. Segundo a Abrati, as empresas rodoviárias regulares mantêm programas permanentes de qualificação técnica e operacional, preservando a saúde de seus colaboradores e garantindo o descanso adequado de seus motoristas. Além disso, só por meio dos ônibus regulares é possível contar com aplicativos de alerta, controle de velocidade e monitoria da viagem, como também seguro para bagagem e até a cobertura e indenizações em caso de acidente.

A Abrati também irá promover uma mobilização nacional nas rodoviárias do Brasil na próxima sexta-feira, dia 20 de maio, com atividades presenciais destacando a importância da união entre empresas regulares e passageiros para a promoção de uma viagem tranquila e segura. Durante a mobilização, os funcionários das empresas regulares do setor vestirão literalmente a camiseta da Abrati, criada especialmente para o Maio Amarelo, para mostrar que todos juntos podem fazer a diferença.

Nesta semana, haverá também uma programação especial organizada pelo SEST (Serviço Social do Transporte) e SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte). Até o dia 21 de maio, os colaboradores da instituição estarão em diversos pontos do Estado do Rio estimulando a conscientização dos profissionais de transporte e fornecendo orientações sobre o papel de cada um para a construção de um trânsito cada vez mais seguro. A iniciativa levará também informações sobre os cuidados com a saúde e sobre a importância da qualificação para o aprimoramento do transporte público. Os locais podem ser consultados pelo link: https://www.sestsenat.org.br/noticia/sest-senat-realiza-mobilizao-nacional-referente-ao-maio-amarelo

Mais detalhes sobre a campanha podem ser encontrados no site www.maioamarelo.com.