Notícias

26/06/2020

Manobrista da Cidade Real devolve dinheiro encontrado dentro do ônibus

O manobrista de ônibus, Samuel de Souza Prata, 41 anos, deu exemplo de honestidade ao devolver uma carteira com R$ 1,5 mil, que encontrou dentro de um ônibus, da linha 108 (Bairro Castrioto), operada pela empresa Cidade Real, de Petrópolis. A carteira pertencia a Marco Antônio de Oliveira, 60 anos, que a perdeu ao desembarcar do veículo, na noite de 21 de junho, por volta das 23h . Samuel fez questão de ir pessoalmente ao encontro de Marco Antônio para lhe entregar o dinheiro e os documentos em mãos.

Em matéria publicada no portal G1-Petrópolis, no dia 23 de junho, Marco Antônio contou o caso: “eu estou desempregado e tinha conseguido fazer um serviço durante a semana e inteirei com as parcelas do auxílio do governo, para conseguir quitar algumas dívidas. Quando cheguei em casa, constatei que tinha perdido tudo. Ao mesmo tempo que bateu o desespero, me tranquilizei, acreditando que tudo terminaria bem”, disse o idoso. Na mesma matéria, Samuel revelou que estava fechando os vidros do ônibus na garagem da empresa quando encontrou a carteira aberta em um dos assentos . “Não é a primeira vez que acho algo de valor e devolvo. Em outra ocasião, encontrei R$ 2,8 mil na rua e consegui devolver ao dono. Nessas horas, precisamos nos colocar no lugar do outro. Fazer o bem é um dever que todos deveriam cumprir. Me sinto feliz e com a consciência tranquila por ter devolvido”, disse ao Portal G1. “O Samuel foi uma pessoa enviada por Deus. Hoje, pela manhã, minha esposa pediu pra eu comprar pão, mas não tinha nenhum centavo. Gratidão a todos”, agradeceu Marco Antônio.

A atitude do manobrista e da empresa motivou o Setranspetro a criar um espaço para “Achados e Perdidos” nos ônibus, na página da instituição no Facebook.

Foto: Divulgação