Notícias

05/07/2021

Ministério da Saúde inicia distribuição de vacinas para trabalhadores do transporte

O Ministério da Saúde anunciou, na última sexta-feira (2 de julho), o início da distribuição de lotes de vacinas contra a Covid-19 voltados para os trabalhadores dos transportes coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, metroviário, ferroviário, aquaviário e caminhoneiros. A medida se deu após intensa atuação da CNT (Confederação Nacional do Transporte) junto ao Ministério.

Outro pedido da entidade que deverá ser atendido é a adoção do imunizante Janssen, da Johnson & Johnson, de dose única, na vacinação desses trabalhadores. A ideia é garantir a imunização mais rapidamente e evitar a necessidade de retorno dos profissionais para uma segunda dose. Apenas os trabalhadores do transporte rodoviário de passageiros, a princípio, deverão ser vacinados com a Astrazeneca, de duas doses.

Desde o início da vacinação no Brasil, no dia 17 de janeiro, o critério de aplicação do imunizante segue a ordem dos grupos prioritários, determinada no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Alguns segmentos dos profissionais do transporte foram incluídos nesses grupos em janeiro. Em maio, foi iniciada a distribuição de doses para a vacinação dos trabalhadores portuários e trabalhadores do setor aéreo e aeroportuário.

A CNT reitera a importância de que as entidades filiadas e associadas reforcem a articulação nos estados e nos municípios para garantir o cumprimento do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em sua totalidade.