Notícias

11/09/2021

Ministério das Minas e Energia reduz de 13% para 10% mistura de biodiesel no diesel

No dia 6 de setembro, o CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), do Ministério de Minas e Energia (MME) determinou a redução de 13% para 10% da mistura de biodiesel no óleo diesel usado por ônibus, caminhões e utilitários. Uma das razões alegadas é a alta de preço da soja, matéria-prima de todo o biodiesel usado no País.

Em nota, o Ministério informou que o novo modelo de comercialização do biodiesel, definido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em substituição aos leilões públicos, entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022, com a contratação direta entre o produtor de biodiesel e o distribuidor de combustíveis. A nota destaca ainda que a decisão do CNPE de redução do teor de biodiesel na mistura é momentânea e temporal, esperando-se em breve, com as condições adequadas, o aumento da produção e uso dos biocombustíveis no Brasil, de acordo com os objetivos da nossa Política Nacional (Lei 13.576/2017).