Notícias

29/09/2015

Mobilidade Sonora apresenta música popular em Queimados

Diversos clássicos da música brasileira foram tocados pela Orquestra Popular Tuhu durante os dois concertos que o projeto Mobilidade Sonora levou no dia 29 de setembro, para os alunos das escolas municipais de Queimados, na Baixada Fluminense.

 

Sucessos como “Xote das Meninas” e “Que Nem Jiló”, de Luiz Gonzaga, animaram os cerca de 400 alunos de oito unidades educacionais da cidades que aproveitaram a primeira oportunidade de conferir de perto a apresentação da orquestra comandada pela maestrina Maria Clara Barbosa. Os concertos foram realizados no Teatro Escola Marlice da Cunha, espaço recém reformado, um grande referencial de cultura para Queimados.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

Durante a apresentação, Maria Clara convocou a garotada para entoar versos das canções abrilhantando ainda mais a apresentação. Ao final do primeiro concerto, a subsecretária de Educação de Queimados, Rosemeri Silva, disse que iniciativas como a apresentação da orquestra “ressaltam a importância do trabalho interdisciplinar entre as áreas de educação e de cultura e que isso auxilia no desenvolvimento do aluno, que participa de uma atividade extra-classe enriquecedora”.

 

Já a coordenadora pedagógica da secretaria, Jussara Betta, falou sobre a oportunidade que os alunos tiveram e a importância do engajamento das pessoas para que o espetáculo pudesse ser realizado. “Proporcionar esse espetáculo aos alunos foi algo muito importante. É preciso agradecer a todos os que trabalharam neste belo concerto”.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

O projeto Mobilidade Sonora, da Fetranspor Social, vai promover mais duas apresentações até o fim de 2015, sendo uma delas em Barra Mansa e outra no Rio de Janeiro, na Cidade das Artes. Veja mais informações no site www.mobilidadesonora.com.br.