Notícias

24/11/2015

NTU lança campanha e esclarece questões sobre tarifa de ônibus

A Associação Nacional das Empresas de Ônibus Urbanos (NTU) lançou no dia 3 de novembro a campanha “Tarifácil”, com o objetivo de informar sobre os principais custos incluídos na composição da tarifa de ônibus e a importância desses valores para a manutenção do serviço. O tema está sendo divulgado nas redes sociais de forma didática e em formato de quadrinhos bem humorados. No total, serão oito tirinhas a serem trabalhadas no período de oito semanas.

 

A campanha aborda questões como o impacto das gratuidades na tarifa, os custos de operação das empresas de ônibus e outros indicadores que compõem a tarifa. As publicações são direcionadas às redes sociais e a ideia é que tenham maior alcance possível para que o assunto seja amplamente debatido. No final da campanha será produzido um livreto em formato de e-book.

 

Foto: NTU

Foto: NTU

 

Para o presidente executivo da NTU, Otávio Cunha, a população precisa ser esclarecida sobre essa questão para compreender que a atividade empresarial na área do transporte coletivo urbano funciona como qualquer outra. “Oferecemos o serviço, temos despesas, custos, prejuízos e remuneração, como qualquer outra empresa”, pontua. Na formação de custos para compor a tarifa, Cunha destaca que 64% do total são relativos à mão de obra e ao valor do óleo diesel.

 

Sobre a questão tarifária, informa ainda que não são as empresas que determinam o preço da tarifa e nem dizem o quanto os usuários devem pagar. “Precisamos esclarecer que quando apenas a tarifa é usada para absorver todos os custos do transporte, ele fica mais caro para o passageiro pagante. E quando existem outras fontes de recursos financeiros, na forma de subsídios, por exemplo, a tarifa pode ser mais barata. Mas isso é definido pelo órgão gestor e não pelas empresas”, explica Cunha.

 

As peças da campanha estão sendo divulgada no Facebook e Twitter da NTU.