Notícias

27/04/2015

Oficina de Projetos DJ: Pensar diferente para fazer diferente

Por que trabalhar com projetos de pesquisa? Por onde começar? Por que fazer?

 

Ao trabalharmos com projetos de pesquisa, estimulamos a curiosidade pelo desenvolvimento da ciência e mostramos como buscar e trabalhar para obter e gerar esse conhecimento científico, que muitas vezes é visto como pronto pelos jovens.

 

Por meio de projetos de pesquisa, desenvolvemos, com os jovens, habilidades e competências enriquecedoras. Fornecemos assim novas formas de aprendizado, estimulando-os a participar ativamente na construção do seu conhecimento.

 

Neste encontro vamos tratar brevemente sobre as etapas que compõem um projeto de pesquisa, desde sua concepção e desenvolvimento até sua apresentação. Que ao final do encontro, o jovem seja apto a: expor suas idéias, propor um projeto de pesquisa, a saber, estruturá-lo e a apresentar seu projeto, defendendo suas ideias.

 

Quando? 06/05/2015 (4ª feira)
Onde? Espaço BQ Escritórios – Rua São José, 40
Como? As inscrições devem ser feitas através do e-mail respsocial@fetranspor.com.br até o dia 4 de maio.

 

E aí? Vamos nessa?

 

Partiu!

 

Facilitadores:

 

Maysa Gil Costa – Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense UFF (2006). Formada pelo Instituto EcoSocial no Programa Germinar de Desenvolvimento de Líderes Facilitadores. (2009). Atualmente é Coordenadora de Programas e Projetos do Instituto JCA para qualificação e desenvolvimento de jovens. Em formação no Programa Profides: Profissão Desenvolvimento, realizado pelo Instituto Fonte – SP.

 

Wilson Santos de Vasconcelos – Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (2004). Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais, pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas/ IBGE (2011). Doutorando em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense. Analista de Projetos Sr do Instituto JCA. Coordenador e editor-chefe do Blog Tafulhar. Com experiência nas áreas de Justiça Criminal, Segurança Pública, Violência, Juventude e Território Fluminense. Pesquisa empírica e coleta de dados em campo sobre justiça criminal e poder judiciário. Tutor em EAD, sistema Moodle. Foi professor-tutor no curso do mestrado da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE/IBGE). Atua nas áreas de Justiça Criminal, Violência urbana, Demografia, Sociologia, Metodologia de Pesquisa e Teoria Política através de grupos de pesquisa, escolas e projetos acadêmicos.