Notícias

09/03/2016

Planejamento da Responsabilidade Social da Fetranspor para 2016

No dia 16 de fevereiro a Responsabilidade Social da Fetranspor apresentou para representantes de sindicatos, consórcios e RioCard o seu planejamento para 2016. Considerando as estratégias da Federação e o cenário atual, a área desenvolveu um plano que tem como foco o diálogo com a sociedade e a participação social. Dessa forma, a Federação continuará promovendo o compartilhamento de boas práticas e de novas atitudes para o negócio. Durante a apresentação, os participantes foram instigados a refletir e identificar sinergias entre suas práticas e as da área para o ano de 2016.

 

Para cumprir seu objetivo, a Responsabilidade Social definiu quatro grandes temas para se dedicar em 2016: Relações – estimular o engajamento, a mobilização da sociedade e as parcerias que promovam o desenvolvimento conjunto; Juventude – incentivar ainda mais a participação do jovem no debate de ideias para a construção de um coletivo melhor; Qualidade de Vida – reforçar a relevância deste assunto na construção de uma cidade que é feita para pessoas; Gestão Sustentável – promover a necessidade da gestão sustentável para o negócio.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

Os temas serão trabalhados não só através de projetos como o Diálogo Jovem e o Fetranspor Social nas Escolas e Comunidade, mas também com a promoção de fóruns, o estímulo ao desenvolvimento de planejamentos mais estratégicos, a formação de redes de relacionamento, a ampliação do diálogo com diversos atores sociais por meio dos sindicatos e das empresas, a multiplicação de conteúdos com foco na sociedade, o engajamento dos principais atores da mobilidade urbana, entre outras ações da área.

 

Os trabalhos desenvolvidos pela Responsabilidade Social da Fetranspor têm como propósito estimular a gestão responsável e sustentável das organizações do Sistema, por isso, a área está aberta para conhecer projetos e processos com o objetivo de ajudar na identificação de oportunidades e pensar ações que melhorem a aderência às necessidades da sociedade e das comunidades envolvidas. Em um ano de crise, a união de esforços, o foco e a otimização de recursos serão fundamentais para atingirmos objetivos e resultados. Vamos trabalhar juntos em 2016!