Notícias

19/04/2021

Programa de inovação do transporte público faz rodada de mentorias para startups

O Coletivo, programa de inovação em mobilidade urbana criado pela NTU, está retomando as atividades. Hoje (19 de abril) são realizadas duas mentorias, na área de negócios. No dia 22, acontece a terceira mentoria, com foco em marketing. Em seguida, está prevista nova rodada de mentorias, voltada para tecnologia, inovação e mobilidade urbana.

A inciativa faz parte do segundo ciclo de pré-incubação. As startups pré-incubadas serão acompanhadas e orientadas sobre gestão, modelo de negócios e marketing. Todas as consultorias serão realizadas para as startups X4Fare e Trip Controls, selecionadas no 2º Desafio do Coletivo, e ministradas por Maria Luiza Machado, especialista em negócios com experiência em programas de incubação e aceleração de startups.

Nesta etapa de pré-incubação, a X4FARE, startup de São Paulo (SP), propõe como solução um HUB com arranjo de pagamentos para o setor de mobilidade urbana, conectando qualquer carteira digital para efetuar o pagamento da passagem de transporte. O sistema identifica o passageiro, captura a transação, e efetua o repasse às concessionárias, órgãos gestores e agentes do ecossistema. A Trip Controls, de Goiânia (GO), desenvolve solução para a melhoria da mobilidade através do uso intensivo de recursos de IoT (Internet das Coisas), telemetria e meios de pagamentos (móveis e seguros, com base em blockchain), possibilitando a captura de informações georreferenciadas dos hábitos de deslocamento, permanência e consumo de usuários de transporte e condutores de veículos para o melhor planejamento do transporte.

O Coletivo surgiu para fomentar a evolução do transporte público coletivo, visando à mobilidade sustentável nas cidades, o desenvolvimento das pessoas e da qualidade de vida. Foi concebido para promover um ecossistema de inovação entre os principais públicos ligados à mobilidade urbana e, assim, desenvolver soluções inovadoras com foco no usuário do transporte coletivo urbano.

 

Fonte: www.ntu.org.br