Notícias

14/10/2015

RioCard é premiada pela gestão do Bilhete Único

No dia 13 de outubro, aconteceu, durante o III Seminário Internacional de Mobilidade e Transportes, em Brasília, a entrega do Prêmio Lúcio Costa de Mobilidade. A premiação é uma realização da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados e tem como objetivo reconhecer as iniciativas que buscam melhorar a vida dos cidadãos em termos de mobilidade, saneamento e habitação no Brasil.

 

A RioCard foi premiada na categoria Empresarial pela implantação e gestão do Bilhete Único Intermunicipal. Ao implementar o benefício no Rio de Janeiro em 2010, a empresa garantiu economia financeira para o cidadão, ampliando as oportunidades de trabalho e melhorando o nível de qualidade de vida da população. O BU é utilizado em mais de 1,9 bilhão de viagens e gera uma economia direta no bolso dos usuários dos transportes públicos da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Estiveram presentes na solenidade no Distrito Federal, o presidente executivo da Fetranspor, Lélis Teixeira, e o diretor executivo da RioCard Cartões, Cassiano Rusycki. Lélis falou a respeito da importância da premiação. “O Prêmio Lúcio Costa reconhece as melhores práticas em urbanismo, mobilidade e inteligência e ficamos sensibilizados em recebê-lo porque criar um sistema como o RioCard com as empresas TI e Cartões mostra que as decisões tomadas foram acertadas e facilitaram a vida do usuário permitindo a evolução da mobilidade graças a integração das cidades e de todos os modais”.

 

O diretor executivo da RioCard Cartões, Cassiano Rusycki, lembrou que antes da implantação do Bilhete Único já existia a estrutura de bilhetagem eletrônica e que essa foi importante para o sucesso da instituição do benefício. “Ficamos muito felizes com este reconhecimento. A implantação do BUI, em parceria com o governo do Estado, só foi possível em tempo recorde porque já existia uma estrutura de bilhetagem da RioCard instalada e funcionando de maneira adequada em mais de 40 municípios”.