Notícias

29/09/2016

Rodoviário Cidadão fecha ciclo de 10 anos com 700 formandos

Na noite do dia 28 de setembro, 700 rodoviários foram certificados, na última formatura do Projeto Rodoviário Cidadão, promovido pela Universidade Corporativa do Transporte (UCT), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, por iniciativa da Fetranspor.

 

A solenidade encerrou o ciclo de 10 anos do Projeto, que tem como objetivo aprimorar o relacionamento de motoristas, despachantes, fiscais e inspetores com os clientes do transporte de passageiros. O evento aconteceu no Sest/Senat de Deodoro e contou com a participação de sete sindicatos e mais de 40 empresas.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

A noite de comemoração começou com a apresentação artística do grupo Fanfarra, que fez uma paródia em música para homenagear os motoristas. Em seguida, foi formada a mesa diretora da solenidade, composta pelas seguintes personalidades: presidente executivo da Fetranspor, Lélis Marcos Teixeira; superintendente do TransÔnibus, Jorge Murilo dos Santos Correa; coordenador do Projeto, Edson Américo Brasílico; e pela diretora da UCT, Ana Rosa Chopard Bonilauri.

 

Para comemorar os 10 anos desta iniciativa educacional, sete motoristas da Viação Matias, que fizeram parte da primeira turma do Rodoviário Cidadão, foram homenageados. Vicente de Paula Gomes Ferreira, idealizador do Projeto, também foi lembrado, in memoriam.

 

Josemar Souza Lira Junior, motorista da Viação Pendotiba e orador da turma, falou sobre a importância do Projeto e agradeceu as lições aprendidas, que serviram para o aprimoramento do serviço prestado por ele.

 

Foto: Jorge dos Santos

Foto: Jorge dos Santos

 

Lélis Teixeira lembrou que são mais de 20 mil rodoviários já formados nesses 10 anos “de muito trabalho e dedicação”. O presidente da Fetranspor ressaltou ainda a importância da valorização desses profissionais: “Vocês são responsáveis por mais de 160 milhões de viagens por mês, tendo um papel fundamental na mobilidade urbana. Sem vocês, as cidades parariam e a população não teria condições de se deslocar. O Rio foi elogiado pelas Olimpíadas, mas quem merece o reconhecimento são vocês, que conduziram mais de 53 milhões de passageiros neste período. Os elogios da imprensa internacional são para vocês também. Escolhemos a Fundação Getúlio Vargas por ser uma das melhores, ou a melhor, instituição de ensino. Foi onde eu e meu filho estudamos. Vocês merecem o melhor”.

 

A cerimônia terminou com o juramento dos motoristas e a mensagem de que a fase mais importante do Projeto começa agora, com a prática no dia a dia de trabalho, quando os motoristas fazem o Rodoviário Cidadão realmente acontecer.