Notícias

13/07/2022

Seminário Nacional NTU e Lat.Bus acontecem em agosto, em São Paulo

Já está definida a programação da 35ª edição do Seminário Nacional NTU, que será realizada, entre os dias 9 e 11 de agosto, na São Paulo Expo. O evento será presencial, com transmissão on-line, e debaterá os melhores caminhos para recuperação da demanda perdida e viabilização de um transporte público de mais qualidade, com menor custo para o bolso do passageiro pagante, em benefício da vasta maioria da população que mais depende do serviço.

O primeiro painel, que inicia às 10h30, logo após a abertura, terá como tema “O novo caminho do transporte coletivo urbano”, que discutirá impactos da pandemia e lições aprendidas; conjuntura atual do transporte público; estratégias de retomada e o resgate da atratividade do serviço; um novo marco legal para recuperar e fortalecer o setor. Na parte da tarde acontecerão uma palestra master, sobre o que pensam e querem os candidatos para transporte público nas eleições, e dois outros painéis. O primeiro, previsto para começar às 15h, falará sobre “O financiamento do transporte público coletivo para além da tarifa”, analisando o desafio da tarifa módica versus serviço de qualidade; cases de sucesso na separação da tarifa pública da tarifa técnica; fontes alternativas de recursos para subsídio ao passageiro (fontes extratarifárias); exemplos internacionais e opções viáveis no cenário brasileiro. O outro, na sequência, debaterá o tema “Como ampliar a participação de jovens empresários e executivos no setor – a experiência do Comjovem”.

 

Meio ambiente e tecnologia

O segundo dia do Seminário começará com a programação do Coletivo (Programa de Inovação em Mobilidade Urbana) e contará com outros cinco painéis, com os seguintes temas: “O futuro da mobilidade urbana pública e coletiva no pós-pandemia”; “A inovação como ferramenta para recuperar a demanda, fidelizar o cliente e melhorar a qualidade do serviço”; “Do Euro 6 à descarbonização do ônibus urbano”, que discutirá a chegada do padrão Euro 6 em 2023, as opções tecnológicas já disponíveis no mercado brasileiro de material rodante e o que vem por aí (chassis elétricos, a gás natural, híbridos, a hidrogênio e outros); “Nova matriz energética para a redução de emissões”, com debates sobre a eletromobilidade, as novas opções de biocombustíveis e aditivos, biodiesel e “diesel verde” (HVO), biometano entre outros; e “A evolução dos Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) e Meios de Pagamentos”, sobre os novos sistemas de planejamento, gestão de rotas e frotas e monitoramento. tecnologias de transporte público sob demanda e mobilidade como serviço (MaaS). a diversificação e ampliação dos meios de pagamento (cartões contactless, Pix, QR Codes). conectividade, inteligência artificial, big data e blockchain aplicados ao transporte urbano de passageiros.

Além dos painéis e palestra master, o dia 10 de agosto contará com dois outros eventos paralelos: o ANTPCafé, onde os participantes tratarão das perspectivas para o Transporte Público a partir das eleições de 2022, e a reunião do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana.

O terceiro e último dia do Seminário está reservado para as programações da Abrati, Anttur, Fresp, UITP e do Fórum Transporte Sustentável. Será realizada ainda palestra sobre “ESG Aplicado”, ministrada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A experiência internacional em mobilidade sustentável também estará na pauta do evento, com apresentações da UITP Europa, Ásia e América Latina. Ao final, as viações Ouro e Prata, Águia Branca e Urubupungá, o Grupo Guanabara e a Expresso Itamarati falarão sobre boas práticas em ESG.

Paralelamente ao Seminário, será realizada a Lat.Bus & Transpúblico, Feira Latinoamericana do Transporte, que reunirá fornecedores de produtos e serviços para o segmento.

As inscrições podem ser feitas pelo site https://seminariontu-latbus.org.br/.