Setecentos ônibus que circulam pela cidade de Niterói ganharão cartazes de conscientização sobre a questão do assédio sexual nos transportes públicos do município. A ação do Sindicato se dará em apoio à Lei Municipal 3.321, de autoria da vereadora Talíria Petrone (PSOL), aprovada em 23 de outubro de 2017.
 
A nova lei estabelece medidas de prevenção e combate ao assédio sexual de mulheres nos transportes públicos da cidade. Em seu artigo 1º, institui “campanha permanente contra o assédio sexual no transporte público, para a conscientização e o combate aos atos de assédio sexual como forma de violência contra as mulheres nos veículos do sistema municipal de transporte público coletivo de passageiros”.
 
Em entrevista aos jornais A Tribuna, o Fluminense, Diário do Transporte e Niterói News, o superintende do Sindicato, Márcio Barbosa, afirmou que desde o principio da aprovação do Projeto de Lei, a entidade procurou a vereadora Talíria Petrone para oferecer apoio.
 
Além dos cartazes, o Setrerj vai disponibilizar câmeras de vídeo e sistema de GPS para identificar infratores, conforme estabelecido na lei, em seu artigo 4º: “as câmeras de vídeo monitoramento e o sistema GPS dos ônibus, quando existentes, deverão ser disponibilizados para identificação dos assediadores e do exato momento do abuso sexual”.
 
As denúncias devem ser feitas pelos telefones da Central de Atendimento à Mulher (180) e o SOS Mulher, da Alerj (0800-282-0119), que serão informados nos cartazes afixados nos ônibus.